top of page
Buscar
  • Flaviane

Desigualdade de Gênero é tema em projeto em parceria GAMT e ALURA


Não é de hoje que a equidade no mundo do trabalho é um tema muito discutido nas redes sociais, nas empresas e nas famílias.


Mesmo na infância e relações do dia a dia vivenciamos a desigualdade de gênero. Um exemplo é que a partir do momento em que são oferecidas às meninas brinquedos como bonecas, panelinhas e utensílios domésticos, aos meninos são disponibilizados jogos, vídeo games, computadores e outros dispositivos eletrônicos do mercado.


As agendas de gênero, igualdade e diversidade têm sido crescentes no ambiente corporativo com a adesão das empresas aos padrões e boas práticas definidos pelo ESG (sigla em inglês para Ambiental, Social e Governança) e metas ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável).


Pesquisas mostram que especificamente na área da tecnologia existe uma grande desigualdade de gênero, com apenas 11% de mulheres nesses postos de trabalho e com salários 36% menores.


O GAMT trabalha fortemente para desenvolver jovens com pouco acesso à informação e estudo de qualidade, ampliando a visão de mercado e profissões, e principalmente fazendo uma conexão com a tecnologia e suas possibilidades. Em toda a história de trabalho do GAMT, a instituição sempre procurou atuar para promover a inclusão de gênero e habilidades nos cursos oferecidos.


O envolvimento do GAMT com o ensino de tecnologia começou com cursos de Robótica Educacional, que evoluíram para o modelo atual do GAMT LAB. Esse projeto faz um mix com práticas de aprendizagem criativa, projetos, solução de problemas, impacto ambiental e social com a tecnologia e programação. Nestes cursos sempre houveram ações promocionais voltadas para a participação das meninas, e os resultados foram bem significativos.


A partir destas experiências, e da vontade de ampliar essa oportunidade de conhecer de perto as profissões relacionadas à tecnologia para o público feminino, em 2022 o GAMT se inscreveu na 1ª Chamada Alura para Projetos Sociais.


A Alura é a maior plataforma de tecnologia do Brasil e conta com mais de 1200 cursos na área de TI. Essa plataforma respira tecnologia e tem como missão transformar vidas e carreiras. Hoje, a plataforma tem em seu ecossistema empresas como Itaú, Caixa, Santander, NuBank, Globo.com, Samsung, Stone, entre outras.


Desta parceria nasceu o ALGORITMAS, projeto que contribuiu para a conexão de 23 mulheres de 18 a 24 anos aos cursos de formação da Alura, e alcançou, no total, 36 jovens do município de Caçapava.


Dados regionais mostram que há em torno de 500 vagas abertas para Programação Front e Back End, e demais temas de formação da parceria, demonstrando o potencial de crescimento para o ALGORITMAS.


As jovens que realizaram o curso tiveram um aproveitamento de destaque na plataforma Alura, com mais de 9.166 atividades realizadas, e 151 cursos finalizados.


Abaixo depoimentos de duas alunas:


Zuleide Clara dos Santos


Oi, me chamo Zuleide, tenho 20 anos e sou de Caçapava (SP). Esse ano tive a grande oportunidade de participar do curso de algoritmas pelo GAMT onde pude aprender várias coisas que nem imaginava que existia kkk. Aprendi como criar jogos do zero, algo que foi muito satisfatório aprender passo a passo e ter aquela felicidade de saber (poxa eu que fiz esse jogo). Eu agradeço de coração Alura e o GAMT por me proporcionar esse aprendizado que irei levar pro resto da minha vida!



Cintia Maria de Abreu Soares

Colocar o víde que está nesse link: https://drive.google.com/file/d/1wCmD2CCDtJ95IhbqaFbaKrdzQn5OzKgy/view


Achou interessante? Acesse a plataforma da Alura e se capacite na área da tecnologia com formações continuadas, lançamentos semanais, dashboards e relatórios de engajamento além de guias de estudos customizados de acordo com sua necessidade.



29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page