Buscar
  • Flaviane

5 passos para ser um bom aprendiz





O mercado de trabalho está cada vez mais competitivo, e o programa de jovem aprendiz pode ser muito benéfico para se destacar na indústria. Preparando o jovem para o mercado e capacitando-o para futuras oportunidades, o programa ajuda milhares de brasileiros na conquista do primeiro emprego. Hoje, o GAMT te ensina alguns passos para que você possa se destacar e se tornar um bom aprendiz.


Leia também:

O que é um programa de jovem aprendiz?

5 benefícios de contratar um jovem aprendiz para sua empresa

Respondemos as 10 principais dúvidas que você pode ter na hora de contratar um jovem aprendiz



Tenha inicativa e pro atividade


Um dos ideais mais procurados dentro do ambiente empresarial é a pro atividade. Conseguir ter ideias e construir uma visão do futuro de forma antecipada são características muito importantes, e, para ser um bom aprendiz, você pode desenvolver o senso de inovação e iniciativa.


Para conseguir ser proativo, você pode estudar mais sobre suas demandas no trabalho e tentar prever os maiores desafios e necessidades de sua área. Não espere por ordens para melhorar seu trabalho, e não tenha medo de dar sugestões: na maioria das vezes, até as ideias mais simples podem ser desenvolvidas.


Aprenda a trabalhar em equipe


O trabalho em equipe, muito comum no ambiente empresarial, é todo trabalho que une diferentes pessoas em busca de uma mesma meta: trabalhar com pessoas de diferentes idades, ideais e vivências pode ser muito positivo. Para ser um bom membro de uma equipe, saiba escutar outras ideias e debata opiniões de forma justa. Também vale aprender a defender suas ideias e firmar suas posições.


Saber trabalhar em equipe é uma atividade essencial para qualquer local, e conseguir dominar esse processo é importante no meio profissional. Trabalhar em equipe amplifica o senso de coletividade e de comunicação, além de desenvolver o senso de gerenciamento de conflitos e a inteligência emocional. Saber colaborar com pessoas diferentes eleva a qualidade do trabalho e também te prepara para desafios futuros.


Construa relacionamentos saudáveis


O aprendiz passa a maior parte do dia no trabalho, e é essencial que, nesse tempo, as relações interpessoais do local sejam saudáveis e construtivas. Seja educado e converse com as pessoas que estão no mesmo local que você - uma relação amistosa pode melhorar e muito o seu ambiente de trabalho.


Tenha uma postura profissional


O programa jovem aprendiz é a ponte entre o estudo e o mercado de trabalho, e essa mudança pode ser bem difícil. Dentro do primeiro emprego de milhares de jovens, o mundo empresarial pode ser bem diferente do ambiente escolar, e é necessário aprender a lidar com essas mudanças.


Mesmo que pontualidade e dedicação sejam também procuradas na escola, essas posturas são a base do trabalho dentro de uma empresa. Entregar projetos no prazo, respeitar deadlines e comunicar com antecedência fatores como falta ou alguma dificuldade para concluir as tarefas. Assim como saber se comunicar de forma adequada com cada fator do dia a dia do trabalho, prestando atenção se não está sendo agressivo ao invés de proativo na hora de trocar mensagens e enviar e-mails.


Invista na inteligência emocional


A mudança para o ambiente empresarial pode ser complicada. Uma das formas de lidar com isso e ainda se destacar é aprendendo a utilizar sua inteligência emocional. Conceito forte na psicologia, a inteligência emocional é a capacidade do ser humano de lidar com as próprias emoções de forma saudável.


Nem todos os momentos dentro do trabalho serão positivos, e o aprendiz deve saber lidar com essas adversidades da forma correta. Para desenvolver a inteligência emocional, aprenda a lidar com sentimentos negativos e busque ter relacionamentos saudáveis dentro do seu trabalho.


33 visualizações0 comentário