Buscar
  • Flaviane

Vai focar nos estudos em 2022? Veja como se organizar!

O início de um novo ano é sempre marcado por novas possibilidades. Com doze meses pela frente, milhares de estudantes usam as primeiras semanas do ano para planejar um cronograma de estudos e organizar o melhor jeito de absorver as matérias

.

Com a democratização do ensino, o estudo se torna cada vez mais acessível para diversas camadas da sociedade. A abertura de novas universidades públicas, o advento da internet e o aumento da diversidade nas vagas com a Lei de Cotas foram essenciais para o acesso ao ensino superior no Brasil. No entanto, para conseguir uma vaga em um bom curso, é necessário estudar com muita dedicação.


Quer aprender como focar nos estudos em 2022? Se liga no post de hoje!


Analise seu nível de estudo

Antes de se debruçar nos livros, você precisa entender por onde começar. Nada de ir mergulhando nos níveis mais difíceis da matemática ou nos períodos recentes da história: entenda qual nível você está e onde você precisa chegar.


Isso pode significar que você deve começar com matemática básica, ou talvez as regras iniciais do português. Mas não se preocupe: isso não vai prejudicar os seus estudos, e sim construir níveis de conhecimento nessas matérias.


Defina suas metas

Até onde você deseja chegar com seus estudos? Essa pergunta é essencial para definir o objetivo de seu ano. Se você quer passar em um vestibular, estudar para um concurso, estudar para a escola ou apenas aprender, é necessário traçar metas para conquistar o resultado esperado.


Para quem deseja conquistar uma vaga em uma universidade, é preciso entender como esse processo funciona. A maioria das universidades públicas admite alunos de todo país pelo Sistema de Seleção Unificado (SISU), que ranqueia os alunos pela nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Outras universidades, como a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual Paulista ‘Júlio Mesquita Filho’ (UNESP) e a Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), realizam o próprio vestibular e seleção.


As universidades privadas também têm seus próprios vestibulares, mas também aceitam bolsistas pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). Por isso, é essencial que você escolha onde deseja estudar e foque principalmente na prova deste local. O ENEM, por exemplo, se difere muito dos vestibulares tradicionais, que geralmente são marcados por duas fases e perguntas mais diretas.


Escolha seu método de ensino

Agora que você já decidiu onde quer estudar, é imprescindível que você escolha um método de ensino que combine com sua rotina.


Se você está no ensino médio, pode optar por dedicar as horas livres do seu dia para reforçar as matérias que está aprendendo. Se você já se formou, no entanto, ‘cursinhos’ extensivos são a opção certeira.


‘Cursinhos’ são cursos preparatórios para os diversos vestibulares brasileiros. Essas escolas auxiliam os estudantes a fortalecer as bases de todas as matérias exigidas nas provas e também fornecem meios para aprender de forma mais rápida.


Para quem não tem tempo para estudar de forma presencial, cursinhos remotos são uma ótima opção. Sites como Descomplica e Me Salva já aprovaram milhares de estudantes e são o futuro do ensino na internet.


Monte um cronograma de estudos

Assim que você definir onde quer passar e por onde vai estudar, é a hora de organizar seus horários e montar um cronograma de estudos. Não se tente a acordar tarde e dormir de madrugada: sua dedicação é essencial para seu futuro, e por isso, sua rotina deve ser organizada.


Seu cronograma deve conter horários específicos para cada matéria. A maioria dos vestibulares contém questões de português, literatura, língua estrangeira (inglês/espanhol) história, geografia, matemática, física, química e biologia.


Uma das jovens que passou por diversas dificuldades para adaptar seus horários é Mariana Fabiano, estudante de Jornalismo na UNESP e estagiária da Cryah Digital. Como estudante do ensino médio, ela precisou apertar sua rotina para conciliar os estudos: ‘’Meu cronograma era baseado em ir para a aula de manhã, ir para o cursinho de tarde e estudar no período da noite.’’


Com pouco tempo livre, ela teve que se esforçar para estudar: ‘’Balancear era difícil, pois eu precisava achar tempo para fazer as atividades do ensino médio enquanto estudava para o vestibular, mas com muita organização eu conseguia achar tempo para tudo’’, conclui a estudante.


Existem diversas plataformas que podem te auxiliar nessa trajetória. Para quem prefere escrever, o método de bullet journal ajuda milhares de pessoas a se manterem atualizadas. Se você detesta papel e prefere se organizar digitalmente, o Notion e o Trello são opções viáveis.


Cuidado com as distrações

Com tudo pronto, parece que só é necessário estudar. Mas não se engane: não é tão simples assim. As novas tecnologias, por mais que nos ajudem na hora dos estudos, também podem nos atrapalhar de forma desastrosa.


Esqueça o celular na hora de estudar: aqui, ele pode ser um grande vilão. Coloque suas notificações no silencioso e mão na massa!


Estude (sim, simples assim)

Com tudo pronto, agora é sua chance de conseguir uma vaga e dar um start em sua vida profissional. E o lado positivo: agora, só falta estudar. O caminho do estudo pode até ser árduo, mas também carrega milhões de vantagens. Por isso, não se esqueça de se dedicar. Só passa quem estuda!


Não esqueça do lazer

Claro que estudar é a parte principal de todo o processo, mas não é a única coisa que você deve fazer. Sua saúde mental é tão importante quanto sua intelectualidade, portanto, não a deixe de lado. Reserve pelo menos um dia para você, seus amigos e sua família. Você não vai se arrepender de dedicar um tempo para si mesmo no futuro.


E aí, vai se dedicar aos estudos nesse ano? O GAMT te deseja boa sorte nessa caminhada!


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo