Buscar
  • Flaviane

Guia das profissões: Psicólogo

A graduação em Psicologia é feita para quem deseja entender sobre a psique humana e suas ramificações. Esse profissional lida de forma direta e indireta com os processos comportamentais do ser humano, e trabalha na propagação da saúde mental. O estudante de Psicologia adquire, durante a sua formação, as ferramentas necessárias para interpretar os processos cognitivos e emocionais de seus pacientes.


Para se tornar um psicólogo, é necessário cursar o bacharelado em Psicologia em uma universidade. Um bacharel pode trabalhar em todas as áreas da profissão, já que é uma formação generalista. Algumas universidades contém a licenciatura como especialização para os bacharéis.


Quando formado, um psicólogo tem diversas áreas de atuação. Esses estudantes podem criar seu próprio consultório, trabalhar em clínicas de saúde mental, hospitais, universidades, agências governamentais, prisões, empresas privadas, entre outros.


Além disso, o Congresso Nacional aprovou, em 2019, a Lei nº 13.935, que garante a presença de psicólogos na educação básica. A legislação está expandindo a presença desses profissionais dentro das escolas, garantindo a saúde mental dos estudantes brasileiros.


Como é a área de Psicologia no Brasil?


Por mais que a psicologia seja uma área muito antiga, os estudos no Brasil ainda são recentes. Os cursos mais antigos surgiram no ano de 1953: a Pontifícia Universidade Católica (PUC) e a Universidade de São Paulo (USP) inauguraram as primeiras classes de forma autônoma nesse período. A regulamentação da área só chegou em 1962, quando a Lei n° 4119 foi aprovada pelo Congresso.


Desde então, milhares de brasileiros se interessaram por essa profissão. De acordo com o Conselho Federal de Psicologia, o país conta com 414 mil psicólogos regulamentados. O valor chama a atenção: ele representa um psicólogo para cerca de 515 brasileiros.


A disparidade de gênero também é notável: o Estado de São Paulo, que conta com a maior quantidade de profissionais no país, é lar de 104 mil mulheres psicólogas, em comparação aos 16 mil homens psicólogos.


Como é estudar Psicologia?


A Psicologia é uma das áreas mais procuradas em todo o Brasil. Dados divulgados pelo INEP revelam que em 2019, o curso foi a nona área mais popular do país, com 99 mil ingressantes.


As Diretrizes Curriculares do Ministério da Educação determinam que a graduação em Psicologia deve ter o total de cinco anos. Além da carga teórica, os estudantes devem praticar a profissão com o estágio supervisionado.


Cada curso de Psicologia contém uma orientação diferenciada, mas existem matérias comuns na maioria dos cursos, como:


  • História da Psicologia;

  • Filosofia e Ética;

  • Psicanálise;

  • Análise Comportamental;

  • Psicopatologia;

  • Sociologia;

  • Psicologia Social;

  • Avaliação Psicológica;

  • Estágio Supervisionado;

  • Terapia Cognitivo-Comportamental.


Como é ser um estudante de Psicologia?

Como uma das profissões mais importantes do século XXI, a Psicologia chama a atenção de muitos estudantes durante o ensino médio. Para entender mais sobre esse curso, conversamos com a estudante do segundo período de Psicologia da Universidade de Taubaté, Giovanna Miranda.


Na hora de decidir qual curso iria seguir, Giovanna tinha quase certeza que queria ser psicóloga: ‘’Sempre pendi um pouco pra Psicologia, mas decidi entrar quando vi que o curso tinha muito sobre ciências sociais e esses contextos, então acabou sendo a melhor opção pra mim. Acabou sendo um pouco difícil pela pressão de escolher um curso, mas não foi nada fora do normal’’, afirmou a estudante.


Como o curso de Psicologia é bem diverso na região do Vale do Paraíba, Giovanna se deparou com diversas opções: ‘’Foi complicado porque eu decidi ir para o ensino particular, então estava um pouco nervosa com a decisão’’.


Por conta da pandemia, a jovem cursou os dois primeiros semestres pelo ensino remoto. Mesmo com a distância, ela acredita que conseguiu se adaptar rapidamente à rotina universitária: ‘’Incrivelmente não foi muito difícil, por ser caloura eu estava muito empolgada. [...] No segundo semestre, com matérias mais específicas, a empolgação fica maior ainda. Como é uma área bem diversa, você pode focar em um tópico ou outro que você tem mais interesse’’.


A Psicologia contém diversas áreas de abordagem que são estudadas durante o curso. Para Giovanna, a mais interessante é a de Psicologia Analítica, criada por Gustav Jung: ‘’Não tenho certeza se chegarei a usar essa área na aplicação profissional, mas é a que mais me interessa o estudo. Ela, ao meu ver, desenvolve o ser humano em um contexto completo, considerando também o passado da nossa sociedade’’.


Ela também acredita na importância da psicologia em todos os âmbitos sociais: ‘’Pra mim, é uma das profissões mais importantes que temos, porque a saúde mental é a que rege todo o nosso corpo. Terapia não é necessária para todos, mas políticas que visam saúde mental devem ser para todos'', finaliza a estudante.



Mercado de Trabalho

Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o salário de um psicólogo clínico é, em média, R$ 2.965. Uma das vagas mais bem remuneradas é a de psicólogo jurídico, com R$ 3.454,88.


Onde estudar Psicologia?

No Brasil, a maioria das universidades públicas oferecem o curso presencial por meio de vestibulares. Entre elas, estão:


  • Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP);

  • Universidade de São Paulo (USP);

  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);

  • Universidade Federal Fluminense (UFF);

  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);

  • Universidade Estadual Paulista ‘Júlio Mesquita Filho’ (UNESP).


Diversas universidades privadas também oferecem o curso e são reconhecidas pelo MEC:


  • Faculdades Integradas Norte do Paraná (UNOPAR);

  • Anhanguera;

  • Universidade Paulista (UNIP);

  • Universidade de Taubaté (UNITAU);

  • Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP).


E aí, se interessou pelo curso e acredita que Psicologia é a sua cara? Não esqueça de acompanhar o GAMT para mais dicas!


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo