Buscar
  • Flaviane

Guia das profissões: Historiador


A graduação em História é feita para quem deseja analisar o processo sócio histórico da humanidade e transmitir, de forma crítica, o impacto dos acontecimentos do passado. O estudante de História adquire, durante a graduação, as ferramentas necessárias para traduzir o passado de forma complexa e analítica.


Leia também:

Séries que te ajudam na hora de estudar História

GAMT abre vagas para diversas áreas: confira! - Caçapava

Consciência Negra e o Mercado de Trabalho


No entanto, existem dois formatos diferentes de graduação: a licenciatura e o bacharelado. O bacharelado é uma formação generalista que garante a oportunidade de trabalhar em áreas diferenciadas da profissão, enquanto a licenciatura garante a atuação em escolas do ensino fundamental e médio.


O bacharel em História pode trabalhar em diversos locais que requerem do conhecimento histórico para funcionamento, como na consultoria de materiais históricos, a análise para veículos de comunicação, a preservação e catalogação de patrimônio histórico, entre outros.


Já o licenciado em História é formado para trabalhar no ensino fundamental e médio da educação em todo país, além de poder assumir outras posições dentro das escolas, como os cargos de coordenador e diretor.


Como é o curso de história?


O curso de História é uma das graduações mais procuradas em todo Brasil. Em 2019, o Censo de Educação Superior classificou o curso História como o quarto curso mais procurado dentre as principais licenciaturas do país, com mais de 1.154.788 de matrículas acumuladas.


Segundo as Diretrizes Curriculares do MEC, o curso de história deve ter, no mínimo, 2400 horas totais. Na maioria das faculdades, isso equivale, em média, entre três a quatro anos de duração.O curso também exige estágio supervisionado.


Cada curso de História têm tendências e objetos de estudos diferenciados, mas existem matérias básicas que compõem a grade curricular. Confira as principais matérias:


  • Brasil Colônia

  • Brasil Contemporâneo

  • Brasil Imperial

  • Brasil República

  • Filosofia

  • História da África

  • História da América

  • História Medieval

  • História Contemporânea

  • História Política

  • Patrimônio Histórico

  • Antropologia

  • Historiografia

  • História Antiga


Como é ser um estudante de história?

Pelas grandes oportunidades que o curso de História pode oferecer, é interessante conhecer a experiência de um estudante do curso. Para isso, conversamos com Camila Sant'Anna, estudante de História pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ).


Camila sempre sonhou em trabalhar com ciências humanas, mas não tinha muita ideia sobre qual curso seguir. ‘’Sempre me identifiquei com as humanidades, então eu sabia que teria que ser alguma coisa que envolvesse [isso]. Sempre gostei muito de explicar as coisas, então pensei: ‘ok, posso ser professora, mas vou ser professora de quê?’’


Percebendo sua paixão por História, a escolha não foi outra. Lutando contra suas próprias dificuldades, Camila prestou o vestibular da UERJ depois de sair do ensino médio e conquistou sua tão desejada vaga em História. ‘’Tentei me organizar o máximo e caí dentro’


O início do curso foi ótimo para Camila. Estudando bacharelado e licenciatura ao mesmo tempo, ela se encontrou na graduação. ‘’Sempre fui uma pessoa que gosta muito de falar e estar perto de outras pessoas, e foi por isso que escolhi ser professora’’.


Ela se apaixonou pelas aulas de História Medieval e de Patrimônio. ‘’Eu gosto das aulas de licenciatura, mas as do bacharel me encantavam mais’’ Além disso, a aluna afirma que a melhor parte de estudar história é conhecer o passado. ‘’Acho isso muito legal. Quando você estuda história, é obrigatório que você abra a mente’’, disse.


Camila também afirma que a emancipação de pensamento pelo conhecimento do passado é um dos impactos mais positivos do estudo da História. ‘’Com o estudo da história, conseguimos tecer o pensamento crítico [...] e promover essa reflexão’’, conclui.


Mercado de trabalho


Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o salário de um professor de história do ensino fundamental é, em média, R$ 2.222,82. Para professores de história do nível superior, a média equivale a R$3.783,20, e, para historiadores formados com bacharel, o valor do salário médio é de R$2.674.


Devido às diversas áreas que um aluno de História pode se aprofundar, a profissão contém um leque de oportunidades e escolhas no mercado de trabalho.



Onde estudar pelo melhor preço?


O primeiro curso superior de História no Brasil foi inaugurado em 1934 na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade de São Paulo. Desde então, centenas de universidades passaram a oferecer o curso.


No Brasil, a maioria das universidades públicas oferece o curso presencial por meio de vestibulares. Entre elas, estão:

  • Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP)

  • Universidade de São Paulo (USP)

  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

  • Universidade Federal Fluminense (UFF)

  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

  • Universidade Estadual Paulista ‘Júlio Mesquita Filho’ (UNESP)


Diversas universidades privadas também oferecem o curso e são reconhecidas pelo MEC:

  • Faculdades Integradas Norte do Paraná (UNOPAR)

  • Anhanguera

  • Universidade Anhembi Morumbi

  • Universidade Paulista (UNIP)

  • Universidade de Taubaté (UNITAU)

  • Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP)


E aí, se interessou pelo curso e acredita que História é a sua cara? Não esqueça de acompanhar o GAMT para mais dicas!


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo